Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Polo Universitário de Baião - Campus Universitário do Tocantins/Cametá-UFPA recebe expansão de Rede Wi-Fi 2.0 Institucional

  • Publicado: Quinta, 08 de Outubro de 2020, 12h53
  • Última atualização em Quinta, 08 de Outubro de 2020, 12h53
  • Acessos: 60
Foto:  Arlon Borges
 
O Polo Universitário de Baião, ligado ao Campus Universitário do Tocantins/CametÁ-UFPA, já possui há algum tempo internet a partir de ações da administração superior da Universidade em conjunto com a coordenação do Campus. Mas agora, início de outubro de 2020, os discentes do Polo Universitário passaram a ter a expansão de Rede Wi-Fi 2.0 Institucional, com as ações de integralização técnica desenvolvidas pela Divisão de Tecnologia de Informação do Campus Universitário do Tocantins/Cametá em conjunto com o CTIC da UFPA.
 
Para a coordenação do Campus Universitário do Tocantins/Cametá, Prof. Doriedson Rodrigues, trata-se de ação que mostra um processo de resistências e avanços na defesa e fortalecimento da Universidade Federal do Pará, Campus Universitário do Tocantins Cametá-UFPA e seus Polos Universitários. 
 
Para o coordenador, o próximo Polo Universitário a receber a expansão da rede wi-fi será o de Mocajuba - que também já conta com internet a partir de ação da administração superior da UFPA -, tratando-se de compromisso da Gestão da UFPA e do Campus Universitário do Tocantins Cametá-UFPA com os Polos, vencendo desafios em tempos de defesa da instituição e de sua autonomia. 
 
Segundo ainda o coordenador, já ocorrem ações entre a UFPA e governo do Estado para instalação de torre em Mocajuba e Baião, a partir do território dos dois Pólos, de modo a se ter com maior intensidade internet para os discentes. 
 
UFPA 2.0 - Institucional destina-se a usuários que possuem vínculo direto com a UFPA, a partir de Conta Institucional (Docentes, Discentes e Técnicos Administrativos), sendo necessário configurar um usuário e senha (apenas no primeiro acesso). A velocidade de tráfego de dados é maior, visto que não há limitação configurada nos rádios. O tráfego de dados é mais seguro devido a comunicação ser autenticada, criptografia entre o dispositivo do usuário e rádio, não sendo compartilhada com usuários sem vínculo institucional. Pode-se acessar dispositivos e serviços compartilhados (impressoras e pastas) dentro da rede local.
Próximo passo será registrar alunos e servidores para acesso ao Wifi.
registrado em:
Fim do conteúdo da página