Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Prefeitos e Representações Municipais do Baixo Tocantins reúnem para discutir ações integradas de combate à pandemia da covid-19 na região

  • Publicado: Terça, 30 de Março de 2021, 11h28
  • Última atualização em Terça, 30 de Março de 2021, 11h44
  • Acessos: 58

Na quinta, 25 de março de 2021, prefeitos e Representações Municipais do Baixo Tocantins se reuniram, por meio remoto, para tratar de ações integradas em prol do Baixo Tocantins. A reunião foi mediada pela Coordenação do Campus Universitário do Tocantins/Cametá, Universidade Federal do Pará. O objetivo da reunião foi de discutir e apresentar possíveis ações integradas de combate à pandemia nos municípios do Baixo Tocantins, a jusante da usina hidrelétrica de Tucuruí.

Em pauta, temas como ampliação do Hospital Regional de Cametá, incluindo UTIs, a repactuação de 140 milhões de reais oriundos da Eletronorte, via Governo do Estado, de modo a serem utilizados em sua totalidade pelos municípios de Baião, Mocajuba, Limoeiro do Ajuru, Cametá, Igarapé-Miri e Oeiras do Pará, posto que há sinalizações de uso para território a montante da Hidrelétrica de Tucuruí, o que não considera as necessidades dos municípios afetados pela criação da Usina Hidrelétrica de Tucuruí e que no momento sentem de forma diferenciada a crise da pandemia, situação agravada pela condição geopolítica instituída no território. 

Outras temáticas também foram tratadas, como a necessidade de energia da Hidrelétrica de Tucuruí para Oeiras do Pará, a estrada de acesso de Oeiras do Pará à BR 422, o asfaltamento da BR 422, trafegabilidade nas vicinais dos municípios, a violência na PA 151, a questão da Hidrovia Tocantins-Araguaia, fortalecimento dos Hospitais Municipais, energia elétrica para a diversidade de territórios dos municípios do Baixo Tocantins. Para os prefeitos e Representações Municipais, essas, dentre outras, são necessidade que dão unidade aos prefeitos e prefeita do Baixo Tocantins para ações integradas.

A partir da reunião, houve a proposição de se ativar e criar uma Associação dos Municípios do Baixo Tocantins, de modo a aturem em conjunto em prol das necessidades de políticas públicas da região, mantendo-se reuniões periódicas para encaminhamentos de ações integradas, contando nesse momento com as mediações da Universidade Federal do Pará, por meio do Campus Universitário do Tocantins/Cametá, do Instituto Federal do Pará, a partir do Campus Cametá, e Diocese de Cametá.

Dessa primeira reunião, os municípios buscarão reunir com o Governador do Estado do Pará, para tratar de uma pauta que envolve (a) Ampliação urgente do Hospital Regional de Cametá, (b) Ações integradas de enfrentamento à COVID-19 no Baixo Tocantins, (c) Repactuação de 140 milhões de reais oriundos da Eletronorte. Para tanto, as coordenações dos Campi da UFPA e do IFPA em Cametá, assim como a DIOCESE de Cametá elaborarão um documento a ser submetido aos prefeitos e prefeita do Baixo Tocantins, para análise e, em seguida, encaminhamento ao Governador para subsidiar a pauta da reunião.

Estiveram presentes na reunião o Prefeito do Município de Baião, Senhor Lourival Menezes Filho, o Representante do Prefeito Cosme Macedo do Município de Mocajuba, o senhor Chefe de Gabinete Felip Bacha Ribeiro, assim como o Secretário de Saúde de Mocajuba, o senhor Lupy  Racabio Cunha Bacelar, o Prefeito de Igarapé-Miri, senhor Roberto Pina Oliveira, o Prefeito de Limoeiro do Ajuru, senhor Alcides Abreu Barra, e o Secretário de Saúde de Limoeiro do Ajuru, senhor Edson Farias Marques, o Vice-Prefeito de Cametá, senhor Ênio de Carvalho, e o Secretário de Administração de Cametá, senhor Odilon do Socorro Coelho Barra, a Representante da Prefeita Gilma Drago Ribeiro de Oeiras do Pará, senhora Ana Nery da Costa Barbosa. Também presentes na reunião o presidente da Câmara de Vereadores de Cametá, senhor João Paulo Cunha Nunes, o Coordenador Local do Polo Universitário de Mocajuba, senhor Ednaldo Fernandes de Souza, o presidente da CDL Cametá, senhor Galdino Medeiros, o Diretor Geral do IFPA Cametá, prof. Aldrin Mário da Silva Benjamin, o coordenador do Campus Universitário do Tocantins/Cametá-UFPA, prof. Doriedson Rodrigues, o Bispo da DIOCESE de Cametá, Dom José Altevir da Silva.

registrado em:
Fim do conteúdo da página